segunda-feira, 24 de abril de 2017

O quarto da cura


E é com todo prazer que compartilho com vocês a capa de O QUARTO DA CURA!!

O 3º e último volume da trilogia Entre Quatro Paredes já está a caminho da gráfica e logo estará desfilando entre nós...


Sinopse: "Apesar da complexidade que foi a infância e adolescência da Paola, ela não aprendeu a crescer pela dor. Com um temperamento ácido e impertinente, ela sempre encontra um jeitinho de falar e fazer tudo de errado para colocar quem está ao redor, no meio da sua confusão.

Ela precisará de mais do que alguns contratempos para compreender que existe tempo e hora para as coisas acontecerem. Terá que se dispor a uma reforma íntima e moral, desapegando-se dos seus hábitos, para alcançar então, a tão desejada plenitude.

A “cura” não mora em outra pessoa e jamais poderá ser relacionada a um espaço físico. Ela está intimamente ligada à nossa capacidade de enfrentar as adversidades emocionais, buscando conforto no mais nobre e completo de todos os sentimentos... o amor."



quinta-feira, 6 de abril de 2017

Pensando alto...


Se alguém lhe enganou, usou, maltratou... acredite que a pior parte do ato ficou com ele.

Não acredite que é merecedor de todo sofrimento que lhe atinge. Deus não criou o homem para que ele fosse um cruel executor de vinganças... esse seria um movimento infindável.

Ele está acima dessa vibração revanchista.

Há milênios inventaram a máxima do "olho por olho, dente por dente" e os homens agarraram-se à necessidade de bradarem seus gritos de guerra, eloquentes nos discursos de ódio, como se fossem capazes de justificar atrocidades.

Ninguém percebeu que isso está errado?

Deus nos deu todas as lições para que aprendêssemos a perdoar e seguir em frente, abandonando as armas e munindo-nos de nobres virtudes, capazes de curar toda e qualquer dor.

Seja um agente transformador, seja um semeador de amor!


Renata Dias


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Meu Senhor do Bonfim



A famosa Lavagem do Bonfim, símbolo do sincretismo religioso da Bahia, acontece sempre na 2ª quinta-feira do ano e move milhares de pessoas, de literalmente, todas as crenças até a Sagrada Colina.

O cortejo das baianas, que sai da Igreja da Nossa Senhora da Conceição da Praia, em direção as escadarias da igreja, é lindo de se ver. É impossível conter a emoção e não reconhecer a beleza diante da Fé e da gratidão de quem vai até lá, debaixo de sol ou da chuva, para receber toda a força que esse dia tem.

As baianas lavam as escadarias das igrejas, assim como faziam os escravos, e abençoam os visitantes, sedentos por um banho de água de cheiro, um abraço ou foto com as senhoras com seus vestidos alvos de brocado.

Além da parte sagrada, acontece também a profana. Durante o resto do dia um montão de festas acontecem, simultaneamente, e o povo cai na folia... Aí vale brindar, beijo na boca e dançar até a quinta-feira acabar...
🙏🏻💙

Esse trechinho faz parte de um livro que estou escrevendo, ainda sem título, sobre uma turista que vem passar o verão em Salvador e eu estou ansiosa para compartilhar com vocês cada linha desse cenário de sons, cores, amores e alegria. A que vibra em nós e que pretendo plantar em vocês...

Eu não sou católica, mas de vez em quando vou lá para amarrar minhas fitinhas e fazer pedidos, acender minhas velas de agradecimento e pedir que sejam derramadas as bênçãos, luz de amor e misericórdia, sobre todos nós.

Venham conhecer a Bahia e se contagiar com essa energia!

Gratidão

Renata Dias


domingo, 18 de dezembro de 2016

Quem sou eu...


Hoje eu sou filha, sou irmã, sou a amiga.
Sou uma mulher casada, mãe de um maltês amado e mimado.

DJ repleta de sons.
Autora cheia de sonhos.
Leitora compulsiva.
Blogueira contista.

Uma discípula, estudante de filosofia à maneira clássica e na incessante busca de algo "mais"... Eu quero MAIS!

Quero mudar de apartamento, lançar mais livros, ter mais tempo para os amigos, viajar para um lugar que nunca imaginei ir antes.

Quero aprender a tocar um instrumento, a dirigir, falar mais uma língua.

Quero trabalhar e desenvolver meu espírito, me envolver com alguma causa nobre, quero ser mãe... Quero ser admirada, respeitada e abençoada.
Quero ser amada.

Quero ser quem eu sou e quero ser outra. Quero ser muitas... Plural e infinita. Motivada entre as minhas convicções e a minha busca, porém com o coração inteiro para ser e viver somente o meu melhor!

Renata Dias

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Falando de amor...




Como autora, diversas vezes me pego refletindo sobre a "necessidade" de abordar determinados temas nas minhas obras. O fato de o gênero ser romance não me engessa e todo assunto me convém. Me questiono se o que me machuca deve ser relatado ou se devo "falar apenas de flores". A vida não é tão colorida como eu gostaria que fosse e me dói ter que conviver com a cruel realidade de gente que não sente amor. Amor puro, incondicional, sem nada esperar em troca...

No livro que estou finalizando a personagem Brisa sofre tentativas de abuso e tem sido bastante dolorido me relacionar com as sensações dela. Tenho tido que parar para respirar, para tentar sair da angústia que a sombra dela me causa... Acho que essa é uma das razões de estar demorando de encerra-lo. Até cogitei não continuar, mas sua superação é algo me comove e me faz achar que preciso publicá-lo. Desistir deixou de ser uma opção...

Esse post aborda algo que vem me assombrando ao longo dos últimos meses: o preconceito. Tenho muita vontade de escrever uma grande história de amor que envolva o tema, mas sabe quando te soa "medieval"? Despropositado e completamente desnecessário...?
Pena estar enganada. Gostaria de estar errada.

O tema é atual e por mais que eu queira acreditar que o "ser humano" atropelou as diferenças da cor da pele, da crença ou da orientação sexual, todos os dias somos bombardeados com notícias tristes como essas. Pessoas que são humilhadas, intimidadas, perseguidas sem nenhuma razão. Tem gente que morre por ser quem é. Não existe lógica para isso. Não existe justificativa e, se alguém achar que existe, é favor nem se abalar em tentar me contar.
Ela não é diferente, ela só não é igual a você! Olha que mágico em um mundo inteiro com bilhões de habitantes, não existir uma só pessoa exatamente igual a outra?! Isso é a mais pura de arte desenhada por quem sabe muito além das convicções terrenas... É divino, de Deus ou dos deuses, mas não é daqui e é para sempre.


Escolhi essa foto para retratar o assunto e poderia ser da Maria, da Thaís ou do Gabriel, mas... como não se apaixonar pela Titi?!
Bruno e Giovanna a adotaram no Malauí e é impossível conter a emoção que me toma quando vejo as fotos deles. As expressões de carinho, cuidado... Sintonia. Conexão que vai além dos laços genéticos. A certeza de ver uma família completa e muito feliz é automática. Como alguém consegue ter a maldade de criticar quando só o que transparece é amor?
Eles foram alvo de ofensas em redes sociais. Mais um caso dentre tantos outros, mas gente... pelo amor de Deus! Independe de ser criança ou adulto e para mim não tem importância se ela é africana, brasileira ou de Marte. Para mim o que vale é ver que o amor não tem fronteiras e que está por toda a parte. Está dentro de nós e na forma que percebemos o mundo. No respeito que deveria ser obrigatório, mas que, ao menos, devotamos de coração aberto quando compreendemos o direito de cada um fazer as suas escolhas e abraçamos as causas, que nesse caso, é expressamente notória ser uma compatibilidade total de lindas almas!


Não quero sujar essa nota e entrar na seara de falar sobre anônimos que se enchem de coragem por se sentirem protegidos por perfis falsos porquê, na minha opinião, tem que ser muito covarde e infeliz para viver a vida tentando atingir o outro. Esses indivíduos não são apenas pessoas que não sabem conviver com as diferenças. Racismo é crime e deve ser tratado como tal.
Justiça é o mínimo que se pode esperar quando o amor não tem o poder de atropelar as pequenezas de quem se importa apenas com a aparência.


Espero que as pessoas consigam enxergar além do couro, do caso, do credo ou da conta. Que abram os olhos do coração e se permitam sentir o que está além das convenções, do que resolvemos rotular como certo|errado, feio|bonito, caro|barato.
A vida é muito mais do que um acelerado de dias com noites no meio...
A vida é cada minuto vivido.
Cada palavra citada.
Cada atitude manifestada.
A vida é o que VOCÊ É e isso vale mais do que (pré)conceitos impregnados na sua frágil natureza. Amanhã já não seremos o que somos hoje... Oxalá que assim seja!

Espero que um dia a gente possa olhar para trás e reconhecer que posicionamentos maldosos como esses de quem ataca ficaram no passado. Trata-se de evoluir, seguir adiante desprendendo-se de amarras ultrapassadas que enfraquecem o caráter.
Que a gente absorva a compreensão de que temos a obrigação de buscar a construção moral, a reforma íntima, onde a palavra respeito é mais do que um significado descrito em dicionário. Mais do que considerar ou ter apreço... Que seja aplicado na prática sem distinções. Que seja de alma para alma... De coração para coração.

Em frente e avante e, falando de amor, para ele não existem limites!

Renata Dias


sexta-feira, 4 de novembro de 2016

De hoje...


A vida não é um jogo de tentativas e erros... É uma oportunidade de vivenciar experiências transmutadoras com o objetivo de vencer os desafios. Os de fora e, ainda mais, os de dentro.

A vida é muito mais do que uma sequência de idas e vindas... ela é o agora.

Viva o momento presente, consciente do seu movimento. Não ceda ao instinto de seguir o fluxo.

Dê voz ao seu ser. Inspire-o.
Trilhe o seu caminho e faça dele, único!

Renata Dias

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Renata Dias ou Renata Gitirana


Tenho uma novidade colorida para vocês e para esse novo caminho, outro sobrenome!
Uma vez meu pai me questionou porquê eu sempre uso o "Dias" e deixo o "Gitirana" anônimo e alguma coisa dentro de mim já dizia que, em algum momento, ele viria à tona.

Estou dando meu primeiro passo no universo infanto-juvenil e como o gênero que costumo divulgar é inadequado para menores, decidi criar um novo perfil e começar um trabalho de formiguinha para obter o foco nessa outra linha, cheia de cores, significados e amor!!

E não se preocupem que eu não abandonarei o hot, rs. Dou conta de ser "duas em uma" e até mais se eu perceber que será positivo para todos.

Conto com vocês em mais esse projeto e só posso, desde já, agradecer por estarem ao meu lado...

Beijos, Renata Dias

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Release Bienal SP



Uma literatura que emociona e deixa tudo mais “Hot”
A baiana Renata Dias autografa seu segundo livro na Bienal de São Paulo 

Conhecida, e muito, no Nordeste por sua técnica e criatividade comandando uma pista de música eletrônica, a DJ e autora Renata Dias, agora vai mais a frente descortinando um novo mundo em sua vida: a escrita. Novo para os que não a conhecem tão bem. Uma taurina apaixonada desde sempre por contos cheios de pimenta desde a adolescência, quando começou a observar que poderia escrevê-los e não somente lê-los. A partir daí, foi um processo para dividir sua vida entre as cabines _ onde ela se mantém distribuindo energia positiva _ e seu laptop.

As histórias fluem com grande facilidade pelo amor que Renata coloca em seus objetivos neste campo, concretizados em páginas cheias de significados e erotismo, que imprime o seu estilo “HOT” em sua primeira trilogia (publicada pela Novo Século), “Entre Quatro Paredes”.  Com dois livros já lançados e muito bem quistos por leitores e entendedores do ramo, Renata Dias irá à importante Bienal de São Paulo para autografar o “O Quarto do Conto”, que é o segundo, lançado em Março deste ano. 

“Escrever é um ato de total entrega e é assim que me posiciono também como DJ. Me doo sempre tentando ser o meu melhor e envolver quem estar ao meu redor. Como autora, minhas ideias fluem e eu adoro compartilhar meus apimentados devaneios com quem se permite mergulhar no universo das fantasias e do erotismo. Estou ansiosa e tenho certeza que será uma experiência incrível receber os paulistas na Bienal. Um lugar de encontro de quem, de verdade, ama o prazer da leitura”, comenta a autora baiana. 

Além da trilogia, que aguarda seu terceiro livro para este ano, Renata vem inserindo por capítulos uma obra inédita, “Um pouso para o amor”, gratuitamente no aplicativo Wattpad com mais de dois mil acessos em menos de dois meses.

Instagram: @renatadiasoficial
Wattpad: @renatadiasoficial
Fan Page: www.facebook.com/renatadiasentrelinhas 

SERVIÇO:
O quê: Sessão de autógrafos do livro “O Quarto do Conto” da trilogia HOT “Entre Quatro Paredes” de Renata Dias
Onde: 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo | Pavilhão do Anhembi 
Stand: Novo Século – B060
Quando: Sábado, dia 03 de Setembro de 2016
Que horas: 11h 
Maiores informações: www.bienaldolivrosp.com.br 

Assessoria de Imprensa Autora Renata Dias
Orenda Cultural – Drix Zimon |  drixzimon@orendacultural.com.br

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Renata Dias na Bienal do livro - SP



A autora Renata Dias terá mesa de autógrafos na Bienal do Livro de São Paulo!
No Stand da Editora Novo Século
Dia 03 de setembro às 11h


O livro “O quarto do conto: entre quatro paredes” é o segundo livro da provocante trilogia “Entre quatro paredes”, da autora Renata Dias. Com um estilo ágil e cenas detalhadamente explícitas, é recheado de devaneios que, muitas vezes, permeiam o imaginário coletivo.

O livro conta a história de Lara, uma profissional brilhante, determinada e extremamente criativa. Quando era mais jovem, curtia a vida sem se dar limites, até que o fim de uma relação abalou sua autoestima e fez com que se fechasse emocionalmente, ocultando suas fantasias e impossibilitando-a de se entregar mais uma vez ao amor. O que ela não esperava é que, mesmo com as barreiras que se impôs, pudesse ser arrebatada por esse sentimento proibido. Tomada por um turbilhão de sentimentos, Lara precisa aprender a enxergar o seu valor como mulher para retomar as rédeas do seu destino, transformando seus anseios confidenciados em contos num romance tórrido e arrebatador.



facebook.com/renatadiasentrelinhas

Dados Cadastrais

Título Nacional: “O quarto do conto: entre quatro paredes – livro 2”;

Autor: Renata Dias;

Categoria: Romance; literatura brasileira;

Nº de Páginas: 368;

Formato: 14x21;

Acabamento: Brochura;

Edição: 1ª edição;

ISBN Livro: 9788542807646;