E o Kama sutra?


Os hindus acreditavam que as pessoas que praticassem as três metas de vida, KAMA (desfrute material dos sentidos) – ARTHA (conquista da matéria) – DHARMA (conduta moral, religiosa), sem se perder pela paixão, teria sucesso pleno na vida e em todos os seus negócios. Automaticamente já identificamos entre os três, um termo bastante comum e utilizado por todas as civilizações desde o século IV e ao contrário do que muita gente pensa sobre o KAMA SUTRA, o mesmo não se refere a um guia de posições sexuais incendiárias e desafiadoras... Ao pé da letra “Kama” representa o amor e o prazer e “sutra” guia ou manual e acredito que daí tenha surgido o tal “manual do sexo”. Na vida real o texto foi escrito pelo indiano Vatsyayana Kamasutram e tinha o objetivo de trabalhar a espiritualidade do homem, além de conduzi-lo ao prazer através de posições eróticas.

Aí, alguns de nós, reles mortais, decidimos que para sermos considerados o suprassumo na cama, temos que conseguir realizar todas as posições do tal guia. Minha gente... O negócio é cabuloso!!! Tem umas coisas ali que só sendo contorcionista pra dar conta de executar e vamos ser realista que a dificuldade cria tensão e que tensão e prazer não combinam muito. Acho que a gente tem que variar sim, sair da rotina, dar uma apimentada e arriscar surpreender o(a) parceiro(a) na cama, mas... Conselho: Não queiram inventar arte fora de hora se cobrando acrobacias mirabolantes por que nada substitui a química. Cheiro, pele, a forma de tocar, a intensidade do beijo... Tudo isso, na minha humilde opinião, vale mais do que a variação do cardápio de posições na hora H.

Você aí que está lendo... Já parou pra ler o kama sutra? Já fez um balanço de quantas posições você já praticou ou se considera apto à tentativa? Acho que usar a criatividade é uma delícia e como um joguinho divertido e sensual super cabe entre quatro paredes, mas se em algum momento perceber que vai entrar na paranoia de que seu desempenho é insuficiente por causa de comparações ao desafiador guia ou que está se sentindo desconfortável só para mexer com a fantasia e imaginação do seu parceiro(a), é hora de virar a página e se entregar ao seu sexto sentido... Aquele que nunca deixa a gente na mão.


Não existe regra, tempo certo, nem fórmula secreta para se chegar ao Nirvana... Tendo vontade e intimidade, a gente sempre chega lá!!!

Beijos apimentados,
Renata Dias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Release Bienal SP

Capa O QUARTO DO SONHO - EBOOK

Um pouso para o amor no Wattpad