Em um relacionamento sério com o universo...



À medida que vamos nos relacionando com as virtudes, com as expressões do bom, do belo, do justo e verdadeiro, criamos uma redoma de positividade e intenso amor.

Somos energia. Somos aquilo que captamos e dispersamos e estamos em constante negociação com o universo.

Vibramos em sintonia com o ambiente que criamos em nosso entorno e eu fiz uma escolha mágica... a de ser e viver pelo bem.


Pretendo me alimentar somente de coisas boas e sempre peço que me privem do contrário. Até nas redes sociais eu abstraio o que não me interessa, mantendo o foco no que realmente é importante. Ser uma agente transformadora. Consciente. Me tornar um ser humano melhor para mim mesma e para quem está ao meu redor.


Há um tempo tomei uma decisão de me manter afastada de radicalismos, discursos de ódio, piadas infâmes e qualquer tipo de "maldade" que abale o meu equilíbrio emocional.

Hoje assisti um pedacinho do Fantástico, e eu, decididamente, não quero mais.

Saber das atrocidades do mundo, assistir cenas violentas, estar em contato com essa realidade repleta de crueldade e hipocrisia não vai me deixar mais culta ou interessante, só me deixa triste. Triste de verdade.


Prefiro ocupar meu tempo com ideias, pensamentos e práticas que elevem o meu ser e me guiem no caminho do desenvolvimento íntimo, enobrecendo os meus objetivos e fortalecendo o meu caráter.


Não escolhi ser uma "alienada" da vida real. Escolhi enxergar o lado bom da vida. Aquele onde habita a chama do Divino e a certeza de sermos seres em constante evolução. O lado que me propicia amadurecimento, me permitindo ser feliz com a percepção de "copo meio cheio", de um mundo onde ainda existem pessoas humanas de verdade.

A percepção do "copo meio vazio" eu deixo para quem só sabe reclamar e se paralizou diante do tempo esperando que suas batalhas sejam vencidas, até que, finalmente, chegue o momento do seu despertar.

Mais cedo ou mais tarde, pelo amor ou pela dor, ele vai chegar...


Renata Dias

Comentários

  1. Comprei seu livro depois de uma escolha aleatória na véspera da minha viagem do feriado de 7 de setembro.Quando abri e vi que coincidemente estava indo pra Bahia e escolhi um livro de uma escritora baiana kkkk
    Gostei muito é o tipo de leitura que mas aprecio romance com pimenta com sabor baiano

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lançamento O quarto da cura - trilogia Entre quatro paredes

Lançamento "O quarto do conto"

Capa O QUARTO DO SONHO - EBOOK